A Cara do Presente – adaptação

A CARA DO PRESENTE

Este é um tipo de “amigo oculto” sem sorteio prévio, para troca de presentes.  Uma variação do “Amigo da Onça”.

 

PREPARO:

– Pedir a todos os participantes para levarem um presente de qualquer tipo a partir de um valor mínimo estabelecido pelo grupo. Para que esta atividade seja divertida para todos, conscientizar o grupo que é impossível determinar quem ficará com cada presente no final, portanto muitos poderão ficar com objetos que não utilizarão, mas poderão usá-los para presentear alguém. É uma alternativa divertida para ensinar o desapego.

– Durante a brincadeira os presentes serão escolhidos pela aparência, portanto orientar aos participantes para fazerem embalagens enganosas, colocando seus presentes dentro de caixas.

– Preparar papéis numerados conforme o número de participantes.

 

DESENVOLVIMENTO:

– À medida que as pessoas vão chegando, colocar os presentes sobre uma mesa.

– Conferir o número de pessoas e o número de presentes.

– Distribuir aos participantes os papéis numerados previamente preparados.

– Explicar que se trata de uma brincadeira e que a principal regra para participar e se divertir é: ACEITAR O PRESENTE QUE TIVER RECEBIDO NO FINAL!

– Chamar o número 01 para escolher um presente assim sucessivamente. Cada um deverá abrir o presente na frente de todos e mantê-lo à mostra.

– Quando todos tiverem pegado um presente, chamar a pessoa de nº 01 e perguntar: “Este presente é a sua cara?”. Se gostar, ficará com o presente. Se não gostar, ela dirá: “Este presente é a cara do…” e trocar com o presente que seja “a sua cara”. A seguir, chamar a pessoa nº 02 e assim sucessivamente.

– Cada pessoa chamada poderá trocar não só o seu, mas todos os presentes que desejar trocar entre as pessoas, dizendo: “Este é a cara de fulano, este outro é a cara de…”. Quem já trocou não poderá trocar novamente durante a brincadeira, mas seu presente poderá ser trocado por alguém.

– A exceção é se houver crianças pequenas no grupo, estas não serão forçadas a trocar seus presentes. Estabelecer junto com o grupo a partir de que idade a criança tem maturidade para aceitar as regras desta brincadeira e avisá-las sobre as regras.

– Quando alguém resistir em entregar o presente para outra pessoa, todos devem gritar: “Desapega! Desapega!”.

 

APLICAÇÃO: (Caso queira fazer desta brincadeira uma dinâmica para extrair aprendizagem).

– Quem ficou com um presente de valor inferior ao que trouxe? Como se sente quanto a isto? Percebem que quanto mais apegados somos às coisas, mais sofremos?

– Quem ficou com algo que não lhe será útil, mas não se importou? Qual o segredo de estar feliz mesmo diante de uma situação desfavorável?

– Nem sempre os primeiros a obter um privilégio serão os mais beneficiados. O sortudo nesta brincadeira não é quem recebe o número 01 e escolhe primeiro, mas o último, pois escolherá o presente que desejar.

 

VARIAÇÃO:

– PRESENTE CURINGA – Antes de iniciar a entrega dos presentes, escolher um presente bem simples (ou leve um que ninguém vai querer) e escreva secretamente num papel: “O PRESENTE CURINGA É… (nome do objeto)” e guardar o papel num envelope. Após terminar a última troca, anunciar que um dos presentes foi nomeado como PRESENTE CURINGA, e quem estiver com este objeto foi sorteado com um prêmio: trocá-lo com o presente que quiser! Abrir o envelope e revelar qual é o PRESENTE CURINGA.